Top Menu

II Conferência Livre Juventudes reúne centenas de jovens em Itapiúna



No último sábado, dia 25, na Escola Franklin Távora, em Itapiúna, a Organização da Sociedade Civil (OSC), Centro de Apoio à Criança (CEACRI) e o Grupo A Voz da Juventude, realizaram a II Conferência livre de Juventudes, o evento reuniu centenas de jovens e teve como tema: “Juventudes, as Sementes de um Mundo Sustentável”.



O comitê nacional da Rede de Juventudes em Defesa dos Seus Direitos Sociais, a REJUDES, definiu a temática central sendo AGENDA 2030, o que nos dá um leque de outras temáticas para se abordar na Conferência Livre desse ano.

A Agenda 2030 é um plano de ação com objetivos claros, são 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, os ODS que juntos agregam 169 metas para erradicar a pobreza e promover vida digna para todos, dentro dos limites do planeta. Uma agenda definida em 2015 pelos 193 Estados-membros da ONU e que busca fortalecer a paz universal e melhorar a vida das pessoas e do planeta, agora e no futuro. É um plano que traz medidas ousadas e transformadoras para promover o desenvolvimento sustentável nos próximos 12 anos sem deixar ninguém para trás e que deve ser seguido por todos: governos, sociedade e empresas.


A conferência contou com momentos lúdicos e didáticos e foi trabalhado a temática por eixos, onde cada eixo era um objetivo, sendo eles os ODS: 4 Educação de Qualidade; 5 Igualdade de Gênero; 8 Empregos dignos e crescimento econômico; 10 Redução das desigualdades; 16 Paz e justiça e o eixo 17 Parcerias pelas metas.

“Para me como jovem e também como voluntário foi um momento incrível que a gente leva para a vida toda, na abertura foi incrível, nós jovens não podíamos conter nossas lagrimas, as nossas emoções” descreve Emerson Germano, integrante do Grupo A Voz da Juventude.

“Eu achei que a juventude em Itapiúna e nas outras localidades estão muito bem articuladas, tem uma garra, tem uma criatividade e já tem um certo empoderamento sobre os temas que nós discutimos, foi um momento muito bacana em debater propostas” destaca Fábricia Teodoro.




Copyright © ::: Centro de Apoio á Criança :::.